COMPARTILHE ESTA PÁGINA: INSCREVA-SE:

Views: 57.392 kerber • MAI.31.2012




O que é o Thunderbolt?



Desenvolvido há vários anos, e até o momento artigo raro em computadores que não sejam da Apple, o Thunderbolt começou a ganhar destaques nas notícias sobre tecnologia, com a chegada de produtos compatíveis como padrão. Com fama de "padrão do futuro", vamos conhecer um pouco mais esta tecnologia que, segundo a Intel, será padrão até 2013 em diversas placas-mãe do mercado, e que já vem surgindo em diversos produtos desde abril.

O que é o Thunderbolt?

A interface de comunicação Thunderbolt foi desenvolvida pela Intel e lançada no mercado em parceria com Apple em fevereiro de 2011, com o MacBook Pro. O conector desta tecnologia usa o mesmo formato do Mini DisplayPort, com 20 pinos, e é capaz de enviar dados nos padrões PCIe e DisplayPort simultaneamente.


Conector macho e fêmea da tecnologia

Como funciona?

O Thunderbolt é capaz de enviar dados no padrão PCIe e DisplayPort por um único cabo de forma bidirecional, ou seja, com dados sendo enviados e recebidos, simultaneamente e sem perda de velocidade nos dois sentidos. O cabo no padrão Thunderbolt pode ser em cobre ou do tipo óptico, e até sete dispositivos podem ser conectados em uma única porta. Ou seja: você pode ligar um dispositivo na porta Tunderbolt, depois outro aparelho no primeiro dispositivo, depois outro no segundo... fazendo uma cadeia de até sete dispositivos conectados através de uma única porta no computador, sendo que dois destes dispositivos podem operar no padrão DisplayPort, interessante para quem deseja conectar monitores ou enviar áudio.


Cabo óptico ou cabo de cobre?

Inicialmente, a Intel desenvolveu o projeto "Light Peak" (codinome do Thunderbolt durante seu desenvolvimento) utilizando cabos ópticos, porém passou a trabalhar também com a opção dos cabos de cobre, pois estes possibilitam uma alimentação de até 10 W para os periféricos conectados, e também são mais baratos. A desvantagem é que os cabos de cobre podem ter, no máximo, três metros de comprimento para que sejam funcionais neste padrão, enquanto os ópticos conseguem até 100 metros, mas por hora sem capacidade de alimentar com energia os aparelhos conectados.

E qual a velocidade que esta conexão consegue?

O padrão Thunderbolt possui velocidade de até 10 GBits/s (1.25 GB/s), em cada um dos canais (um para enviar, outro para receber dados), na teoria.

Sempre que falamos em velocidade de transferência, temos que estar cientes que há um "limite máximo teórico", que é o que tecnologia entregaria em condições ideias. Como há muitas variantes, como a capacidade dos dispositivos conectados de usar a banda de transferência, é quase impossível vermos este valor teórico acontecer na prática. A conexão USB 3.0, por exemplo, tem limite teórico de 5 GBits/s (ou 0.635 GB/s), mas o aparelho com melhor desempenho que testamos, até o momento, o pendrive Corsair Flash Voyager GT, consegui transferir arquivos a 0.8 Gbits/s (equivalente a 0.1 GB/s).

Múltiplos dispositivos conectados podem causar perda de desempenho?

Caso sejam conectados muitos aparelhos, operando em altas velocidades de transferência, os dispositivos irão influenciar na performance dos demais. Como acabamos de mencionar, porém, é difícil que um dispositivo explore ao limite a banda de conexão do Thunderbolt.

Outro ponto importante é que, se conectado no meio da cadeia, um dispositivo que utilize uma tecnologia mais lenta pode influenciar os demais aparelhos conectados nele. Um exemplo é um aparelho USB conectado usando um adaptador. Todos os outros aparelhos conectados, a partir dele, estarão limitados a velocidade de tecnologia USB utilizada, sendo recomendável então colocá-lo por último.

Thunderbolt vs. USB 3.0

O padrão, naturalmente, vai dividir com o USB 3.0 a batalha por qual formato se consolidará nos futuros computadores. As vantagens de cada um:

USB 3.0: Utiliza entre 9 e 11 pinos, de acordo com o padrão da conexão (contra os 20 do Thunderbolt) e já possui conectores em formatos menores. É a tecnologia mais popular, com uma quantidade gigantesca de dispositivos compatíveis e com retrocompatibilidade com padrões USB anteriores.

Thuderbolt: Banda de transferência muito superior, capaz de enviar vídeo, áudio e dados juntos. Alimenta periféricos com 10W (USB é capaz de alimentar com 5W), pode conectar até sete dispositivos em uma única porta.



Conectores no padrão USB 3.0

Como cada tecnologia possui seu diferencial, pesando muito a capacidade de transferência para o Thunderbolt, e o "legado" para o USB, o que torna difícil palpitar sobre quem sairá vencedor como padrão nos dispositivos do futuro. E sempre há a possibilidade da coexistência, com computadores usando tanto um, quanto outro (e nós tendo que comprar um bando de adaptadores, infelizmente).

Analisamos algumas placas-mãe com conexão Thunderbolt, são elas: ASUS Sabertooth Z77 e MSI Z77A-GD80.



Comentários (13) Assinar


femeatsix
Postado
29/07/2012
17:19
Na minha opinião o ideal seria a coexistencia.

Assim como por muito tempo existe a coexistencia dos diferentes padroes para saída/entrada de video entre HDMI/DVI/VGA/

Não acho que o fato de ter que comprar adaptadores seja um mal a ponto de nao valer a pena ter a opçao de escolher.

Stronks
Postado
20/06/2012
15:05
citação do post de guardic

O ganho de velocidade fica bem evidente na utilização de um HD externo. Hoje em dia todos transportam arquivos grandes. Eu tenho arquivos de vídeo com mais de 10 GB. Com o Thunderbolt o ganho de performance na transferência de arquivos é absurdo. Mas não é só isso. O Thunderbolt passa a ser a única interface necessária em um notebook, por exemplo. Vejam o caso dos novos MBPs. Eles não possuem nem Ethernet. Você pode comprar um dispositivo como o Matrox DS1, que é um dock station com USB 3.0, USB 2.0, entrada de microfone, saída de fone, ethernet e um conector DVI.
O Thunderbolt abre um leque de opções de periféricos externos de alta velocidade.
Logo que foi lançado eu duvidava que ele ia vingar, mas agora acho que vai ser o novo padrão do futuro, substituindo o USB. Dessa vez não vai acontecer o mesmo que houve com a interface Firewire.


O HD externo fica mais rapido em relação a USB 2.0 ou a 3.0?

guardic
Postado
20/06/2012
10:29
O ganho de velocidade fica bem evidente na utilização de um HD externo. Hoje em dia todos transportam arquivos grandes. Eu tenho arquivos de vídeo com mais de 10 GB. Com o Thunderbolt o ganho de performance na transferência de arquivos é absurdo. Mas não é só isso. O Thunderbolt passa a ser a única interface necessária em um notebook, por exemplo. Vejam o caso dos novos MBPs. Eles não possuem nem Ethernet. Você pode comprar um dispositivo como o Matrox DS1, que é um dock station com USB 3.0, USB 2.0, entrada de microfone, saída de fone, ethernet e um conector DVI.
O Thunderbolt abre um leque de opções de periféricos externos de alta velocidade.
Logo que foi lançado eu duvidava que ele ia vingar, mas agora acho que vai ser o novo padrão do futuro, substituindo o USB. Dessa vez não vai acontecer o mesmo que houve com a interface Firewire.

Cole Roddy
Postado
09/06/2012
08:27
Thunderbold versus USB3.0 é igual a Fireware versus USB2.0. Ou seja, coexistirão, mas serão usados em seguimentos diferentes. USB para a grande maioria dos dispositivos e usuários, e Thunderbolt pra quem trabalha com edição de vídeos por exemplo.

Simples assim.

brunospfc
Postado
04/06/2012
17:38
o que eu sempre questiono a respeito dessas portas de comunicação é: "O QUE EXISTE PRA JUSTIFICAR ?"...a adoção de uma tecnologia passa pela necessidade, a USB 3.0 já vai a 5.0Gbps...pra ligar o que ?

a ÚNICA justificativa que consigo imaginar, extrapolando (não sei se é factível), seria uma placa de vídeo externa (que de fato precisa de banda de transferência). fora isso...alguem conheçe?

NetoLestion
Postado
02/06/2012
02:20
ThunderBolt é um Bônus amais, pois ninguém e nenhuma das empresas matara o USB 3.0 pra começar a criar só Thunderbolt, só precisamos saber quanto custarão os Pendrives e HD Externo para Thunderbolt

kerberdiego
Postado
01/06/2012
21:41
citação do post de rasert

Eu acho que um não substitui o outro. As coisas mais simples não precisam do Thunderbolt e podem muito bem funcionar no USB 3. Já para equipamentos de alta performance é bom ter uma porta rápida. Então creio eu que o Thunderbolt vai ser algo mais restrito mas vai pegar.


Acho que é bem por aí!

rasert
Postado
01/06/2012
15:00
Eu acho que um não substitui o outro. As coisas mais simples não precisam do Thunderbolt e podem muito bem funcionar no USB 3. Já para equipamentos de alta performance é bom ter uma porta rápida. Então creio eu que o Thunderbolt vai ser algo mais restrito mas vai pegar.

leopoliva
Postado
01/06/2012
12:29
Já falei uma vez e vou repetir!

É uma boa tecnologia, mas não vai pegar, devido a USB 3.0 já ter ser tornado padrão nos PC atuais!

kerberdiego
Postado
01/06/2012
07:20
citação do post de rasert

negativo. São 9 pinos. =] Tem os 4 habituais e mais 5 pinos menores atrás bem no fundo.


Exatamente. O padrão Standard-A tem 9, e o Standard-B tem 11. Quem tem 4 é o primeiro padrão USB. Farei a correção. Obrigado pelo aviso!